Pilates Pós parto

  • Avenida da Liberdade

Descrição do Serviço

Depois do parto, quando todos os órgãos de reprodução retornam ao seu estado pré gestacional, é recomendado que se volte a praticar exercício. O Pilates Pós Parto pode ser praticado com autorização médica, 30 dias após o parto normal, ou 45 se for o caso de uma cesariana. Antes de fazer Pilates deve fazer uma consulta de avaliação, seja no pós parto por causa da diástase ou por outros motivos. A prática de pilates pós-parto pode ser fundamental para a mãe que, após a gravidez, quer retomar ou iniciar a atividade física. O pilates pós-parto contribui para a reabilitação destas musculaturas, prevenindo por exemplo a incontinência urinária, e para amenizar a dor lombar, tão frequente nesta fase, ajudando na correção postural. Recuperação do soalho pélvico, abdominal e músculos da coluna vertebral ajudando em movimentos diários; Trabalho do controlo do movimento lombo-pélvico e da coluna, num novo alinhamento do corpo; Melhoria da postura, que sofreu alterações durante a gravidez e continua a sofrer devido à sobrecarga do peso da barriga, má postura, por pegar no bebé, etc.; Diminuição da separação dos músculos dos Abdominais – diástase do reto do abdómen; Prepara a Mãe para as exigências físicas do dia-a-dia como agachar, pegar no bebé etc.; Promove o controlo dos músculos do pavimento pélvico; Promove momentos de descontração e lazer apenas para a mãe que nesta fase são poucos; Ocorre a libertação de endorfinas – as hormonas da felicidade – através da prática de exercício físico; Ajuda à tonificação do corpo.

Informaçoes de contato

  • Avenida da Liberdade, Palmela, Portugal

    967313681

    geral@raquelsaraiva.pt